Girimunho

Clarissa Campolina / Helvécio Marins Jr.

90 min | 35mm | cor | 2011

“Saudosismo e saudade não são sinônimos. Um aprisiona, a outra se alimenta do que sente falta para criar algo novo. Hoje de um jeito, amanhã de outro.”

João Guimarães Rosa

 

Em Girimunho desejamos respirar a atmosfera do lugar e das pessoas que nos inspiraram a fazer esse filme. Foi um processo de encontro, troca e aberturas intensas. Em meio a esse movimento, construir uma ficção com as características da pequena cidade banhada pelo rio São Francisco e de suas habitantes, Bastu e Maria, foi nosso maior desafio.

Durante as filmagens, precisávamos compreender as transformações de nossas personagens e o desejo que tinham de se reiventar ao construir a história de Girimunho. Suas reações diante do mundo e do processo do filme traziam força e graça para as imagens. Em muitos momentos, elas eram capazes de modificar suas histórias, ora para construir uma nova memória, ora para ter outra chance de viver algo que já não mais existia. Compartilhar desses momentos e perceber que o filme também se fazia por um desejo delas próprias, o tornava mais livre e próximo da vida e, assim como a vida, Girimunho estava em movimento.

Bastu e Maria conduziam a narrativa ao interpretarem suas histórias e, vez ou outra, para dar conta dos sentimentos que elas carregam, o filme deriva, revelando o entorno, dando lugar aos mais jovens e à paisagem local. Dessa forma, o sertão é retratado de forma mais subjetiva e não apenas como um modo de vida pitoresco ou como uma mera descrição de uma paisagem.

Acreditamos que em Girimunho todos transformam-se. Os personagens entram e saem, vão e voltam, circulam pelo filme deixando rastros ou vozes que parecem dizer algo em comum, que parecem apontar para as mudanças da vida. Nesse contexto, o filme revela uma tensão sutil entre a realidade e a invenção, entre a tradição e o modo de vida contemporâneo, entre a vida e a morte, o tempo passado e o tempo presente. A realidade foi o começo de tudo. E nessa realidade a fantasia está presente.