Luana Melgaço

Meraki (v.) fazer algo com alma, criatividade ou amor. Colocar algo de si mesmo em seu trabalho.

COMPARTILHE

Vive e trabalha em Belo Horizonte. Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais, desde 2005 se dedica à produção audiovisual.
 
É integrante da Teia desde 2010, tendo desenvolvido projetos e produzido curtas, longas e instalações em parceria com os realizadores do grupo. Em 2009, produziu o Tecer, projeto que proporcionou o encontro entre estudantes, realizadores e pesquisadores da área audiovisual e debate as diferentes formas de realização e pensamento acerca das imagens na contemporaneidade. Em 2012, coordenou, ao lado de Sérgio Borges e Marília Rocha, a publicação TEIA 2002 – 2012, edição bilingue e com textos inéditos sobre os 10 anos do grupo e sobre o cinema brasileiro contemporâneo. Professora no curso de Cinema e Audiovisual do Centro Universitário Una, ministrando a disciplina Produção Executiva para o 5º Período.

Produtora de A cidade onde envelheço, de Marilia Rocha, uma coprodução com a Terratreme (Portugal). Estreou em 2016 na competição Tiger, do festival de Roterdã, e ganhou prêmios nos festivais DocLisboa, Biarritz e Brasília, incluindo as categorias de Melhor Filme e Melhor Direção. Foi financiado com recursos do Filme em Minas, Petrobrás, Tribeca Film Institute e World Cinema Fund, e foi distribuído pela Vitrine Filmes, alcançando sete semanas nas salas de cinema.
 
Produtora de Girimunho, longa de Helvécio Marins Jr e Clarissa Campolina, uma co-produção com a Dezenove Som e Imagens, Autentika Films (Alemanha) e Eddie Saeta (Espanha). Apoiado pelo Hubert Bals Fund (Roterdã), Ibermedia e World Cinema Fund (Berlinale). Estreia mundial no Festival de Veneza, em 2011. Premiado nos festivais de Veneza, Mar Del Plata, Nantes, Havana, entre outros. Distribuído nas salas de cinema no Brasil, Espanha e França.
 
Produtora do longa-metragem O céu sobre os ombros, de Sérgio Borges, grande vencedor do Festival de Brasília em 2010, com os prêmios de melhor filme, melhor direção, roteiro, montagem e prêmio especial para os atores. Estreia internacional no Tiger Awards Competition, Festival de Roterdã (2011). Distribuído em salas de cinema no Brasil, Portugal e México.
 
Produtora do longa-metragem A falta que me faz, de Marilia Rocha, premiado como melhor filme no Festival Latino Americano de São Paulo (2010). Lançado no circuito comercial de salas de cinema em 2010 e em DVD pela Lume Filmes (2011).
 
Produziu oito documentários de Marcos Pimentel, entre eles o seu primeiro longa-metragem Sopro, os curtas Sanã e A poeira e o vento, esse último vencedor do Festival É Tudo Verdade em 2011 e Horizontes Mínimos, projeto que representa o Brasil no programa III DOCTV Latino-América, exibido nas televisões públicas de 16 países do continente americano.
 
Produtora executiva do longa-metragem Linz, quando todos os acidentes acontecem, de Alexandre Veras, em parceria com a Alumbramento, filme premiado na Mostra Aurora de Tiradentes em 2012. 
 
Trabalhou como coordenadora de produção dos longas Pequenas Histórias e Batismo de Sangue, de Helvécio Ratton, produzidos pela Quimera Filmes. Na Camisa Listrada, foi coordenadora de produção no filme Cinco Frações de uma Quase História (direção coletiva) e assistente de produção executiva do longa Fronteira, de Rafael Conde.
 
Como produtora, apresentou projetos e participou de importantes encontros de co-produção internacional como Cinemart (Festival de Roterdã, Holanda), BAL (Festival BAFICI, Argentina), Pitching du Réel (Festival de documentários Vision du Réel, Suíça) e Brasil Cinemundi (Mostra CineBH, Belo Horizonte). Os filmes que produziu ganharam prêmios e foram exibidos em festivais nacionais e internacionais, lançados em sala de cinema, DVD e televisão. 
 
Atualmente trabalha na produção do longa Kevin, de Joana Oliveira, na distribuição de Coiote, de Sérgio Borges, e no desenvolvimento dos projetos Canção ao Longe, de Clarissa Campolina, Saudade, de Marcos Pimentel, e Corte Real, de Julia De Simone, além de produzir um programa de desenvolvimento de roteiro de Núcleos Criativos, junto a diretores e roteiristas de diversas partes do Brasil.

FILMOGRAFIA SELECIONADA – PRODUÇÃO
 
A CIDADE ONDE ENVELHEÇO, longa-metragem, dirigido por Marília Rocha (2016)

SOPRO, longa-metragem, dirigido por Marcos Pimentel (2013)
 
LINZ, longa-metragem, dirigido por Alexandre Veras (2013)
 
VENTOS DE VALLS, longa-metragem, dirigido por Pablo Lobato (2013)
 
SANÃ, curta-metragem, dirigido por Marcos Pimentel (2013)
 
HORIZONTES MÍNIMOS, média-metragem, dirigido por Marcos Pimentel (2013)
 
GIRIMUNHO, longa-metragem, dirigido por Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr (2011)
 
ADORMECIDOS, curta, dirigido por Clarissa Campolina (2012)
 
SÉCULO, curta, dirigido por Marcos Pimentel (2012)
 
A POEIRA E O VENTO, curta, dirigido por Marcos Pimentel (2012)
 
O CÉU SOBRE OS OMBROS, longa-metragem, dirigido por Sergio Borges (2010)
 
TABA, curta, dirigido por Marcos Pimentel (2010)
 
QUEDA, curta, dirigido por Pablo Lobato (2010)
 
A FALTA QUE ME FAZ, longa-metragem, dirigido por Marília Rocha (2009)
 
PÓLIS, curta, dirigido por Marcos Pimentel (2009)
 
ACÁCIO, longa-metragem, dirigido por Marília Rocha (2008)
 
A ARQUITETURA DO CORPO, curta, dirigido por Marcos Pimentel (2008)
 
OUTONO, curta, dirigido por Pablo Lobato (2007)
 
TRECHO, curta, dirigido por Clarissa Campolina e Helvécio Marins Jr (2005)